Inauguração 3ª EXPOSIÇÃO DO CICLO “JOVENS ARQUITECTOS PREMIADOS”: TENDAIS HOUSE, FERNANDO MENDES PINHEIRO – 5 NOVEMBRO

 

A CASA DA ARQUITECTURA inaugurou a 5 de Novembro, pelas 21h00, a 3ª exposição do Ciclo “Jovens Arquitectos Premiados” com a apresentação do projecto “Tendais House” distinguido com a medalha de prata na Bienal de Arquitectura de Miami Beach 2009 na categoria “Habitação Unifamiliar” do arquitecto Fernando Mendes Pinheiro (A43 arquitectura).

A inauguração contou com uma breve apresentação do projecto por parte do autor, onde não faltou a troca de impressões com os convidados. Estiveram também presentes, entre outros, os arquitectos Carlos Castanheira (coordenador da Casa da Arquitectura) e João Paulo Rapagão (Docente na Universidade Lusíada), que muito contribuíram para animar o debate.

Estas exposições pretendem sobretudo abrir portas aos jovens arquitectos, conferindo-lhes a liberdade necessária para a expressão da sua personalidade e trabalho. Ao nosso convite está não só associado o desenvolvimento do layout expositivo, mas também a elaboração do convite e da lona promocional da exposição.

A CASA DA ARQUITECTURA agradece a presença de todos os convidados que mais uma vez contribuíram para um convívio informal e aberto, agraciado por uma bela noite de Outono…

 

DOS VALORES

“Da localização. Chegados a Cinfães ainda faltam 12 km. Ao aproximar do local visualizamos uma aldeia – Tendais, paisagem única, onde o tempo parece não querer nada com este lugar. Do local, voltado a Poente, mais uma vez, uma paisagem silenciosa e grandiosa. Em primeiro plano, as montanhas protegem o tempo de ali chegar. Da implantação. A implantação da habitação unifamiliar ocupa um rectângulo estreito e comprido, separado do restante terreno por um muro de pedra. O volume apresenta-se simples e discreto, perante a envolvente directa. Um rectângulo de 62.5m x 7.5m, orientado no sentido Norte-Sul, define um volume de horizontalidade predominante. Monólito, desenhado com uma geometria pura, apresenta uma abertura directamente relacionada com o exterior, apenas, no espaço social, enquadrando e fruindo a paisagem. Da luminosidade. O corredor modelado e ritmado pela iluminação natural marca o percurso que acede aos quartos. O primeiro momento corresponde à sala e ao espaço social onde uma enorme abertura enquadra a paisagem. À procura da luz, o segundo momento corresponde aos quartos voltados a Sul, com um espaço duplo, o espaço de descanso e um pátio. Finalmente, o último momento corresponde à segunda sala de descanso e/ou trabalho, voltado a Norte e iluminado reflexão da luz no muro do pátio que o envolve. Da materialidade. Os materiais são simples… Maioritariamente rebocada e pintada, a habitação unifamiliar recorre à ardósia e à pastilha cerâmica. Dominada pelo branco, é revelada pela luz… “

Fernando Mendes Pinheiro

 

A ESPESSURA HABITADA

“Fernando Mendes Pinheiro assina uma casa que habita um muro capaz de abrigar a arquitectura que encerra. Um muro depurado, regulador e estabilizador da paisagem do lugar do Quinhão em Tendais, Cinfães. Surge, então, uma massa branca, neutra, paralela às horizontais que imperam na encosta, nomeadamente, aos socalcos que modelam as cotas da paisagem, capaz de se integrar, evidenciar e, simultaneamente, denunciar os perfis talhados e angulados das construções existentes. A topografia é acusada por um alçado Nascente geralmente cego e um alçado Poente claramente informado e interessado no horizonte.

A casa promove a encosta com uma tranquilidade e sinceridade importantes para o lugar cultural e natural. Exposta, surge iluminada e projectada sobre o campo que desce a encosta. Um muro permeável e afável, desdobrado e dilatado, com uma espessura habitada.” 

João Rapagão

 

 

Curriculum do autor:

Fernando José Mendes Pinheiro

Nasceu em Vila Nova de Gaia em 1978.

Licenciado em Arquitectura pela Faculdade de Arquitectura e Artes da Universidade Lusíada do Porto (2001)

Colaboração no Atelier de Francisco Vieira de Campos e Cristina Guedes -Menos é Mais Arquitectos Associados (2000-2003)

Pós-Graduação em Metodologias de Intervenção no Património Arquitectónico (FAUP, 2003)

Lecciona a cadeira de projecto na Universidade Lusíada do Porto na Faculdade de Arquitectura e Artes, desde 2002

Entre 2002 e 2007 trabalha em nome pessoal, mas em Janeiro de 2007 funda a “A43 – Arquitectura”.

 

Exposição patente até 7 de Dezembro 2010.

ENTRADA LIVRE.

Terça a Sábado das 10h00 às 12h30 e das 15h às 18h00.

Visitas para grupos superiores a 10 pessoas por marcação: visitas@casadaarquitectura.pt

 

Fotografias do projecto: Fernando Guerra (FG+SG)

 

Inauguração da 3ª exposição do ciclo "Jovens Arquitectos Premiados" com a apresentação de mais um premiado Bienal Miami Beach 2009, o arquitecto Fernando Mendes Pinheiro, 5 de Novembro de 2010.