EL NOTAS_ARCHITOYS

El notas é um objeto inanimado ou há algo nele que lhe dá vida? Será que ele nos faz lembrar do mensageiro, do vendedor de jornais, do engraxate ou do aprendiz de qualquer número de empregos – aquele que depende dos seus braços e pernas para realizar esses trabalhos mensais para raspar? De onde vem a nossa simpatia por um objeto? De onde surgem as nossas emoções – fracas e sutis como podem ser – onde, se não das emoções da própria vida e do espírito que a anima?

Solicitar Produto

25.00

Solicitar Produto