Exposição “ALCINO SOUTINHO Realismo Confortável”, 31 de outubro a 30 de novembro, no Porto

Exposição ALCINO SOUTINHO Realismo Confortável
31 de Outubro a 30 de Novembro de 2014

Galeria Fundação EDP – Porto
Casa-Museu Guerra Junqueiro
Edifício BPI (Boavista)

Inauguração da Exposição:
30 de Outubro, às 17h00, na Casa-Museu Guerra Junqueiro + 18h30, Galeria Fundação EDP – Porto
Alcino Soutinho Realismo Confortável é a primeira grande exposição dedicada à obra do Arquitecto Alcino Soutinho (1930-2013), uma das figuras de maior influência na arquitectura portuguesa dos últimos 35 anos. A exposição, com curadoria de Roberto Cremascoli, é organizada pela Fundação EDP e pela Câmara Municipal do Porto, com o mecenato da Fundação EDP e Banco BPI e conta com o apoio de diversas instituições, entre as quais o Conselho Directivo Nacional e Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos, Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto, Câmara Municipal de Matosinhos, Casa da Arquitectura e Fundação Marques da Silva.

A exposição, que destaca também, para além do trabalho em arquitectura, as vertentes de Alcino Soutinho no design, arte figurativa, ensino e activismo, reúne 140 projectos realizados nas últimas 6 décadas, entre 1957 e 2009.

Para o curador, Roberto Cremascoli, Alcino Soutinho está “entre os protagonistas de um novo Portugal pósrevolucionário e responsável pela formação de centenas de alunos que, entre 1972 e 1999 (na ESBAP, depois FAUP), tiveram o privilégio de assistir (e participar) nas suas aulas”.

Dos 140 projectos de arquitectura, estão representados de forma ampla e exaustiva um conjunto de projectos emblemáticos concebidos em cada uma das décadas: Monumento aos Calafates – Porto (1959, co-autoria com Álvaro Siza, Augusto Amaral e Lagoa Henriques); Habitações Económicas no âmbito da Federação de Caixas de Previdência – Bragança, Santo Tirso e Amarante (1965); Museu Municipal Amadeo Souza-Cardoso – Amarante (1972); S.A.A.L. – Bairro da Maceda – Porto (1974); Centro Cívico de Matosinhos (1980); Casa Pinto Sousa – Ofir (1984); Quinta das Sedas, Lote 1 e 2 – Matosinhos (2000); Biblioteca Municipal Manuel Alegre – Águeda (2000) e Museu do Neorrealismo – Vila Franca de Xira (2000).

Textos, desenhos, esquissos, serigrafias, fotografias, maquetas, vídeos, peças de mobiliário, trabalhos figurativos e depoimentos de amigos e colegas em vídeo são os suportes utilizados na Exposição que inaugura em três espaços diferentes da cidade do Porto: Galeria Fundação EDP – Porto, Casa-Museu Guerra Junqueiro e Edifício BPI (Boavista).

A exposição está organizada em sete núcleos: Formação/ Estudante ’50; Viagem a Itália/ Viajante ’60; Em Campo/Participante ’70; A Escola/ Professor ’80; Dentro da Arquitectura/ Arquitecto ’90; Desenhar o Conforto/ Designer ’00; De lápis na mão/ Artista ’13.

O programa da Exposição compreende a realização de uma visita guiada a 22 de Novembro ao Museu Amadeo Souza-Cardoso em Amarante, organizada pela Fundação Marques da Silva e uma Homenagem/ Tributo ao Arquitecto Alcino Soutinho a 24 de Novembro, às 18h00, no Átrio do Edifício BPI – Boavista (mais informações serão em breve disponibilizadas).

 

Exposição Alcino Soutinho Realismo Confortável patente de 31 de Outubro a 30 de Novembro de 2014

Galeria Fundação EDP – Porto (Rua Ofélia Diogo da Costa n.º 45  / Terça a Domingo, 13h00-19h0)

Casa-Museu Guerra Junqueiro (Rua Dom Hugo 32 / Segunda a sábado, 10h00-17h30 – últimas admissões às 17h00, Domingo, 10h00-12h30 e 14h00-17h30 – últimas admissões às 12h00 e às 17h00, encerra aos feriados)

Edifício BPI da Boavista (Avenida da Boavista 1103 / Segunda a Sexta, 08h30-15h30).

 

Mais informações:
http://www.fundacaoedp.pt
Mecenas:
Fundação EDP
Banco BPI
Parceiros:
Ordem dos Arquitectos
Câmara Municipal do Porto
Câmara Municipal de Matosinhos
Casa da Arquitectura
Fundação Marques da Silva
MDS
Climar
CIN

CLOSE
CLOSE