Exposição “Arquitetura em Concurso” será acolhida na CASA DA ARQUITECTURA em 2018

 

 

Protocolo assinado esta semana permitirá mostrar em Matosinhos a exposição que tem estado patente no Centro Cultural de Belém.

A CASA DA ARQUITECTURA e a Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos estabeleceram esta semana um protocolo que permitirá apresentar nas futuras instalações da CASA DA ARQUITECTURA a exposição “Arquitetura em Concurso: Percurso crítico pela modernidade portuguesa”, que tem estado patente na Garagem Sul do Centro Cultural de Belém. A exposição deverá ser inaugurada em Matosinhos no início de 2018.

A exposição “Arquitetura em Concurso: Percurso crítico pela modernidade portuguesa”, patente no CCB até ao próximo dia 29 de maio, conta com a curadoria de Luís Santiago Baptista e apresenta mais de 550 conteúdos, muitos dos quais originais, de mais de 200 arquitetos e ateliers portugueses e internacionais, distribuídos em 13 temas e 43 projetos.
Explora a figura do concurso de arquitetura enquanto forma mais aberta e livre de acesso à encomenda, propondo uma leitura das transformações em Portugal desde o início do século XX.

A exposição é parte integrante do Programa escolha-arquitetura, lançado pela OASRS em Março último com o objetivo de aproximar a arquitetura de públicos mais alargados. Da mostra resultou ainda o livro “Arquitetura em Concurso”, lançado esta semana com a chancela da OASRS, do CCB e da Dafne Editora.

De acordo com Nuno Sampaio, diretor executivo da CASA DA ARQUITECTURA, o protocolo agora assinado “concretiza e aprofunda a parceria entre a instituição e a Ordem dos Arquitectos”.

A exposição “Arquitetura em Concurso: Percurso crítico pela modernidade portuguesa” será, assim, uma das primeiras a ocupar as futuras instalações da CASA DA ARQUITECTURA, em construção em Matosinhos, no antigo quarteirão industrial da Real Vinícola. O edifício está a ser integralmente reabilitado pela Câmara Municipal de Matosinhos, constituindo atualmente um dos maiores projetos de requalificação urbana em curso em Portugal. O projeto, da autoria do arquiteto Guilherme Vaz, prevê a criação de espaços para a CASA DA ARQUITECTURA e para a Orquestra Jazz de Matosinhos, e ainda de um conjunto de áreas comerciais cujo concurso para arrendamento está a decorrer.

A CASA DA ARQUITECTURA deverá abrir as portas na primavera de 2017 com uma exposição original dedicada aos quatro prémios Pritzker com obra em Portugal: Álvaro Siza Vieira, Eduardo Souto de Moura, Paulo Mendes da Rocha e Rem Koolhaas. Antes disso, a 1 e 2 de julho, haverá um primeiro momento de divulgação dos objetivos e da programação da  CASA DA ARQUITECTURA. O evento “BE A PART OF” incluirá debates, conferências, concertos e visitas à obra.

A CASA DA ARQUITECTURA é, recorde-se, um projeto de âmbito nacional dedicado à divulgação, ao arquivo e à valorização da arquitetura. No seu acervo estão já representados, entre outros, projetos e maquetas dos três Prémios Pritzker de língua portuguesa: Álvaro Siza Vieira, Eduardo Souto de Moura e Paulo Mendes da Rocha.

 

Fotografias: Fernando Guerra