A EXPOSIÇÃO “INFINITO VÃO – 90 ANOS DE ARQUITETURA BRASILEIRA” VAI MANTER-SE DE PORTAS ABERTAS ATÉ SETEMBRO

A exposição “Infinito Vão – 90 anos de arquitetura brasileira”, cujo encerramento estava previsto para o próximo dia 28 de abril, vai manter-se de portas abertas até 8 de setembro.

 

Desde que abriu ao público na Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura, em Matosinhos, há oito meses, a exposição e o respetivo programa paralelo já mobilizaram para cima de 30 mil pessoas – um número revelador da popularidade que tem vindo a suscitar junto do público nacional e internacional, muito particularmente os visitantes brasileiros.

 

Segundo o Diretor-executivo da Casa da Arquitectura, Nuno Sampaio, esta decisão “vem ao encontro do enorme interesse suscitado, dentro e fora de Portugal, pela Infinito Vão, o que nos levou a alargar o período de exposição até setembro, embora o programa paralelo termine agora”.

 

Entre setembro de 2018 e março de 2019, o programa paralelo da exposição gerou 61 atividades, que envolveram 110 convidados, 78 dos quais estrangeiros.

 

Para além dos eventos levados a cabo na Casa da Arquitectura, o Infinito Vão chegou também ao Brasil, onde cerca de mil pessoas assistiram às duas rondas de debates promovidas em São Paulo.

 

“Infinito Vão – 90 anos de arquitetura brasileira” é o resultado de um processo de dois anos de trabalho que a Casa da Arquitectura levou a cabo no Brasil, reunindo um património com mais de 200 doações que vai integrar o acervo permanente da Casa. Trata-se da primeira exposição integralmente constituída com material do Arquivo da Casa, indo ao encontro da sua missão primordial de dar a conhecer tudo o que arquiva.

 

A exposição congrega 90 projetos de 136 autores fundamentais para a compreensão da produção brasileira, sendo metade referentes ao período moderno e as restantes ao período contemporâneo, e ocupa os 1000 metros quadrados da Nave Expositiva da Casa da Arquitectura.