NOVAS INSTALAÇÕES DA CASA DA ARQUITECTURA INAUGURAM A 18 DE NOVEMBRO

Data de inauguração anunciada na apresentação do Open House Porto'17

O presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Eduardo Pinheiro, anunciou no passado dia 28 de junho, na conferência de imprensa de apresentação do Open House Porto’17, que as novas instalações da CASA DA ARQUITECTURA no quarteirão da Real Vinícola naquela cidade, vão inaugurar no próximo dia 18 de novembro.

 

Ainda segundo o autarca, no próximo dia 22 de julho, será feita “uma primeira abertura ao público da Real Vinícola, não da Casa da Arquitectura, mas do edifício como um todo. Será a primeira apresentação formal”.

 

A abertura da Casa da Arquitectura vai ser acompanhada pela exposição Poder: Arquitectura, comissariada por Jorge Carvalho, Pedro Bandeira e Ricardo Carvalho, na qual vão ser apresentados quarenta projetos que ilustram a relação da arquitetura com oito tipo de poderes.

 

O arq. Nuno Sampaio, diretor executivo da CASA DA ARQUITECTURA, explicou na altura como vão estar divididas as instalações. A CASA DA ARQUITECTURA ocupa parte do quarteirão da Real Viní­cola, conjunto recuperado pela Câmara Municipal de Matosinhos com projeto do arquiteto Guilherme Machado Vaz, com uma área de 4.700 m2. As áreas públicas destinadas a exposições e apresentações, com auditório, biblioteca e loja representam 36% do espaço, as de conservação e manutenção 38% e as de gestão e produção interna 10%. Os usos comuns correspondem a 16% da sua superfí­cie.

 

A instalação no Quarteirão Real Viní­cola dará à  CASA DA ARQUITECTURA as condições fí­sicas e técnicas necessárias à execução da sua missão. A CASA DA ARQUITECTURA irá em conjunto com outras entidades nacionais e internacionais, estabelecer uma rede alargada de arquivos de arquitetura, fomentar o intercâmbio de experiências, coleções, métodos de trabalho e técnicos especializados. A Casa vai ainda exibir ao público o trabalho desenvolvido pela rede, uma vez que a maioria dos arquivos atualmente em funcionamento em Portugal não dispõem de área expositiva própria.