NUNO SAMPAIO nomeado Diretor Executivo da CASA DA ARQUITECTURA

A Direção da CASA DA ARQUITETURA nomeou esta semana o arquiteto Nuno Sampaio como Diretor Executivo da associação CASA DA ARQUITECTURA. 

Nuno Sampaio terá agora a responsabilidade da coordenação geral de todas atividades, representação pública da instituição e coordenação do programa das novas instalações, com o objetivo de dar persecução aos objetivos da CASA DA ARQUITETURA e da sua Direção.

Conhecedor da realidade da arquitetura nacional e internacional, com experiência reconhecida e capacidade agregadora, Nuno Sampaio terá como desafio consolidar as ações da CASA DA ARQUITETURA, redirecionar as atividades e abrir a instituição na sua relação com a profissão, com as instituições e com a sociedade civil. 

Nuno Sampaio tem a sua prática profissional como arquiteto com escritório próprio desde o ano 2000, autor de vários projetos, entre os quais, a reconversão do Centro Histórico de São Martinho de Mouros e Projeto Expositivo do Museu Nacional dos Coches com Paulo Mendes da Rocha. Mestre (1999) e professor convidado (2002) pela ETSABarcelona da Universitat Politecnica da Catalunya (UPC). Manteve sempre, e paralelamente à sua prática profissional, uma ação na defesa e promoção da arquitetura, onde se destaca a participação no Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Arquitetos, nos processos de revogação do Dec.Lei 73/73 e Lei 31/2009, e posterior membro da Mesa da Assembleia Geral da mesma Ordem, sendo atualmente Vice-Presidente da Trienal de Arquitetura de Lisboa e presidente da Estratégia Urbana – Laboratório de Inovação. Foi curador de diversas ações, exposições e seminários, nacional e internacionalmente.

Segundo Nuno Sampaio “É necessário que o país assuma definitivamente a arquitetura, atividade que muito tem prestigiado Portugal, como um legado de valor incontornável, reforçando a sua dimensão cultural, social e económica, ao qual Estado Português não pode estar alheado. Existem espólios importantíssimos, de diversos arquitetos deste século, que têm de ser tratados, valorizados e disponibilizados para estudos. Levar este conhecimento ao público especializado e ao público em geral é o desafio da CASA DA ARQUITETURA como um projeto nacional de âmbito internacional. Será importante trabalhar em rede com diversas instituições, portuguesas e estrangeiras, para afirmação do conhecimento da arquitetura portuguesa na era da informação global.”