OPEN HOUSE PORTO 2016 | 18 E 19 JUNHO

Open House Porto regressa a 18 e 19 de junho de 2016

Depois do enorme sucesso da primeira edição, em 2015, a segunda edição do Open House Porto já tem data marcada. Nos dias 18 e 19 de junho um vasto conjunto de edifícios do Porto, de Gaia e de Matosinhos vão abrir as suas portas, mostrando a excelência do património edificado das três cidades. Organizado pela Casa da Arquitectura e pela Trienal de Arquitectura de Lisboa, o Open House Porto 2016 será comissariado pelo arquiteto e crítico Jorge Figueira. 

Contando com a parceria estratégica da Câmara Municipal do Porto, e com a colaboração das câmaras municipais de Gaia e de Matosinhos, o Open House Porto pretende consolidar-se como um dos momentos mais significativos da vida cultural da região, apostando em repetir o êxito da primeira edição. Para tal, o roteiro desenhado por Jorge Figueira propõe uma descoberta de lugares privados de instituições reconhecidas, uma viagem por arquiteturas esquecidas e a revisitação da casa burguesa do princípio do século XX e da habitação de cariz social surgida após a revolução de 25 de Abril de 1974. 

 

EQUIPA VOLUNTÁRIOS
Para informar e orientar os visitantes, estão já abertas as inscrições para o recrutamento de 120 voluntários.
Candidaturas até 8 de abril através do formulário disponível em: https://form.jotformeu.com/60465575438363

COMISSÁRIO JORGE FIGUEIRA
Licenciado pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e doutorado pela Universidade de Coimbra, Jorge Figueira é autor de livros como “A Noite da Arquitetura” e “A Periferia Perfeita. Pós-modernidade na arquitetura portuguesa dos anos 1960-1980”, tendo artigos publicados em revistas da especialidade de diversos países. É atualmente diretor e professor do Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra e professor convidado do Programa de Doutoramento em Arquitetura da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto.

LINHAS CURATORIAIS
“O Open House Porto 2016 propõe um itinerário nas 3 cidades do projeto, Porto, Gaia e Matosinhos repartido em 3 linhas: a visita a lugares privados de instituições reconhecidas; a redescoberta de arquiteturas esquecidas pelo tempo; a revisão do habitar, em particular, na visita a formas burguesas do princípio do século XX, mas também no quadro
‘social’ das décadas da democracia. Estes três níveis criarão um itinerário caracterizado pela redescoberta, recuperação e até invenção do património das cidades envolvidas”. Jorge Figueira
SOBRE O OPEN HOUSE
O Open House é um evento internacional de promoção da arquitetura e património edificado, criado em Londres por Victoria Thornton. Com mais de 20 anos de história, este evento estende-se atualmente a mais de 30 cidades em todo o mundo, tendo como objetivo dar a conhecer e estimular o interesse de todos pela arquitetura de excelência através de visitas gratuitas a edifícios das mais variadas épocas e tipologias, cuidadosamente selecionados pela sua relevância arquitetónica e histórica.

COMO FUNCIONA O OPEN HOUSE PORTO
O público é convidado a criar um itinerário de visitas durante o fim-de-semana. Os espaços têm diferentes horários de abertura e existem três tipos de visita: livre, acompanhada por voluntários e comentada por especialistas.
A maioria dos espaços não exige reserva pelo que as visitas são organizadas por ordem de chegada. Contudo, pelas suas características, alguns locais exigem pré-marcação.
O evento conta com uma vasta equipa de voluntários presente em cada local para informar, aconselhar e acompanhar as visitas.
Em cada espaço é entregue o guia e o mapa do Open House Porto.

+ INFO: WWW.OPENHOUSEPORTO.COM