Mais Eventos

OPEN HOUSE PORTO ESTÁ DE VOLTA NOS DIAS 3 E 4 DE JULHO SOB O MOTE “ESPAÇOS PARA RESPIRAR”

Depois de um ano de pausa por imposição pandémica, o Open House Porto (OHP) regressa numa versão adaptada que pretende celebrar a relação dos cidadãos com o espaço público.

 

Serão dois dias de visitas, no fim de semana de 3 e 4 de julho, num formato ainda condicionado pelas restrições impostas pela pandemia, garantindo assim a segurança do público e de todas as pessoas envolvidas na organização.

 

Excecionalmente, este ano a seleção dos espaços fica ao critério da organização da Casa da Arquitectura em conjunto com as autarquias parceiras.

 

No ano em que a cidade da Maia se estreia no Open House Porto, emparceirando com Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia, o OHP vai decorrer em quatro locais de cada município, num total de 16 espaços.

Tendo como mote o conceito “Espaços para Respirar”, a 6ª edição OHP é simultaneamente condicionada e inspirada pela pandemia que pretende não só celebrar esse território redescoberto por muitos durante os confinamentos, como realçar a importância da existência de espaços públicos de qualidade no meio urbano.

 

A página oficial desta 6ª edição Open House Porto já se encontra online para consulta, com o Roteiro e o Programa Paralelo associado. Todas as visitas requerem RESERVA que ficará disponível para submissão no dia 30 de junho, às 19h00, no site openhouseporto.com

 

A pandemia gerou um novo olhar dos cidadãos sobre o espaço público em todas as suas dimensões, fossem elas as versões exteriores das cidades, como as avenidas, praças, jardins, públicos e privados, fossem os parques urbanos ou as marginais amplas, transformando-os nos únicos espaços de fuga acessíveis à claustrofobia do confinamento.

 

A expressão “ar livre” ganhou, portanto, um sentido mais literal no tempo que agora vivemos em que assistimos a um verdadeiro renascimento da importância destes territórios e a uma renovada apropriação por parte de todos os que passaram a incluí-los nas suas rotinas de vida.

 

Nesta edição vamos visitar, na companhia de vários especialistas, quatro espaços exteriores em cada uma das quatro cidades Open House Porto, num roteiro que percorre quintas, jardins, parques, mas também espaços urbanos enraizados na malha urbana.

 

Todas as visitas serão como habitualmente gratuitas e, pela primeira vez, todas contam com a presença de especialistas convidados de diversas áreas de formação que oferecerão um olhar suplementar e aprofundado sobre os espaços incluídos no roteiro deste ano.

 

O OHP’21 vai oferecer um itinerário de homenagem aos espaços comunitários de fruição pública e uso coletivo, à sua afirmação e importância crescentes nas cidades contemporâneas.

 

Este roteiro é acompanhado pelo Programa Caleidoscópio, que propõe um conjunto de atividades abertas e destinadas a todos os públicos.

Venham respirar connosco!

 

O que é o Open House

O Open House é um evento internacional de promoção da arquitetura e património edificado, criado em Londres por Victoria Thornton. Com mais de 20 anos de história, este evento estende-se atualmente a mais de 45 cidades em todo o mundo, tendo como objetivo dar a conhecer e estimular o interesse de todos pela arquitetura de excelência através de visitas gratuitas a edifícios das mais variadas épocas e tipologias, cuidadosamente selecionados pela sua relevância arquitetónica e histórica.

 

O Open House é uma iniciativa anual que, num fim de semana, oferece acesso privilegiado a espaços de relevo, dando a oportunidade a todos de experienciar as valências do património arquitetónico e urbanístico de excelência. Inteiramente gratuito, o evento convida o grande público a criar o seu itinerário pela cidade de acordo com os seus interesses, dispondo ainda de visitas comentadas por especialistas e/ou autores dos projetos.

 

A cada edição é proposto um roteiro diferente que combina alguns locais emblemáticos que se mantém e espaços nunca antes abertos ao público. Em 2012, foi lançado o Open House em Lisboa pela Trienal de Arquitectura de Lisboa (TAL) e em 2015 o Open House Porto pela TAL e pela Casa da Arquitectura, desde 2017 a única responsável pela sua organização e produção, associando ao evento, e de forma inédita, atualmente, 4 cidades – Maia, Matosinhos, Porto e V.N. Gaia.

 

Na primeira edição, em 2015, o evento registou 10.870 visitas nos 42 espaços que abriram as portas superando todas as expectativas. Desde então, os números têm vindo a crescer: 30.645 em 2016, 25.377 em 2017, 31.768 em 2018 e 37.578 em 2019 com um roteiro de 70 espaços.

 

Espaços da 6ª edição Open House Porto

 

MAIA
1| Quinta da Gruta (Jardins)
2| Parque Urbano de Moutidos
3| Quinta dos Cónegos (Jardins)
4| Zona Desportiva da Cidade – Parque Maia

MATOSINHOS
5| Piscinas das Marés
6| Quinta da Conceição (Jardim e Piscina)
7| Marginal de Matosinhos
8| Quinta de Santiago (Jardim)

PORTO
9| Parque da Cidade
10| Parque das Águas (Mata, Estufa/Black Box e “Casa de Alice”)
11| Jardim Botânico da Universidade do Porto
12| Jardins do Palácio de Cristal

VILA NOVA DE GAIA
13| Parque da Quinta das Devesas
14| Parque de S. Paio
15| Jardim do Morro
16| Parque da Lavandeira

 

Todas as informações em www.openhouseporto.com