11 MIL PARTICIPARAM NAS VISITAS DA CASA DA ARQUITECTURA DESDE 2012

Cerca de 80% dos visitantes são estrangeiros e 60% são universitários

 

Para cima de 11 mil pessoas participaram no programa de visitas regulares da Casa da Arquitectura entre 2012 e 2016.

 

Estas visitas – que englobam a Casa de Chá da Boa Nova, a Piscina das Marés, a Quinta da Conceição e a Casa de Roberto Ivens – destinam-se a públicos generalistas ou especialistas e são acompanhadas e comentadas por guias com formação em arquitetura.

 

Cerca de 80% dos visitantes são estrangeiros e maioritariamente europeus e em média 60% são estudantes universitários. O número de visitantes tem vindo a subir consistentemente desde 2013 (1870), tendo ascendido a 2570 no ano passado.

 

A Casa da Arquitectura dispõe de roteiros temáticos, monográficos de autor e de perí­odo de produção arquitetónica e artística relevante, destinados a públicos generalistas ou especialistas. As visitas regulares estão focadas na divulgação da obra em Matosinhos de Álvaro Siza Vieira – atualmente ao cuidado da Casa da Arquitectura e da Câmara de Matosinhos -, bem como nas suas ligações a Fernando Távora e Eduardo Souto de Moura.

 

Isoladamente ou articulados com outras entidades, estas visitas acompanhadas e comentadas são disponibilizadas a agentes de divulgação e promoção do turismo cultural internacional e nacional e ao grande público, mediante o envio de um pedido, com um mínimo de 48 horas de antecedência, para visitas@casadaarquitectura.pt

 

Dentre os edifí­cios que participam do roteiro das visitas regulares da Casa da Arquitectura, os mais populares são as obras iniciais de Álvaro Siza Vieira, designadamente a Casa de Chá da Boa Nova e a Piscina das Marés, em Leça da Palmeira.

 

Em 2016, por exemplo, a Piscina das Marés foi selecionada por 82% do número total de visitantes, seguida de perto pela Casa de Chá (60%). A Quinta da Conceição foi procurada por 27% dos visitantes, tendo 13% visitado a Casa de Roberto Ivens, antiga casa de famí­lia do arquiteto Siza Vieira. Esta visita é gratuita.

 

Para além das visitas regulares, a Casa da Arquitectura em parceria com a Cultour, tem vindo a desenvolver nos últimos cinco anos um programa de Percursos pela Arquitetura Contemporânea abertos a públicos locais que não se relacionam diretamente, por via profissional ou académica, com a área da arquitetura. Estes Percursos contam sempre com a presença dos autores das obras e destinam-se a incentivar a preservação do património arquitetónico.

 

Ao todo, realizaram-se já 19 percursos a outros tantos locais dispersos pelo paí­s, mobilizando para cima de 700 pessoas e envolvendo arquitetos e especialistas como João Mendes Ribeiro, Camilo Rebelo e Tiago Pimentel, Alexandre Alves Costa e Alexandre Fernandez, Carlos Castanheira, Álvaro Domingues, João Álvaro Rocha, Rui Tavares, Maria Manuel Oliveira, Clara Vale, Adalberto Dias, Cristina Guedes e Francisco Vieira de Campos, Graça Correia, José Gigante e Rui Furtado, entre outros.

Mais sobre a Cultour aqui