Xmas Tour

No próximo dia 8 de dezembro, junte-se a nós numa visita natalícia pela cidade, revisitando lojas e comércios marcantes do Porto!
Conscientes da importância do comércio tradicional na preservação da identidade das cidades, propomos um passeio onde se misturam estórias e arquitetura, com a orientação dedicada da Marta Nestor, fundadora do Porto Paralelo, projeto voltado para a valorização e reivindicação das lojas históricas do Porto.
Este Natal, ofereça local e descubra arquitetura, com a equipa da Casa!

Inscrições aqui.

Preço
20 € por pessoa (IVA incluído)
Oferta de Voucher c/ Entrada Exposições Patentes Casa da Arquitectura + 10% de desconto na Loja da Casa

Lotação

15 pessoas

Horário

10h00
Duração
2h30
Idioma
Português

Programa

O Pretinho do Japão
Quando a loja abriu era forte em chá e café. Tudo o resto veio depois, para adicionar, nunca para substituir. O velho moinho ainda soa a antiga indústria e o aroma a café é intenso. Os chás são agora em muito maior variedade do que aquela que havia em 1947, quando tudo começou. De uma loja pequena, o espaço rasgou-se até ao logradouro e ganhou ares de segredo de calmaria. (Texto de Marta Nestor)

Casa Natal
A história é rica, não fossem os mais de 120 anos que já tem. Já esteve perto de fechar e foi sendo salva, em jeito de missão, por vizinhos comerciantes. Recuperou o esplendor que teve no século passado com uma profunda renovação interior e com uma atenta e dedicada seleção de produtos. A tradição do bacalhau está-lhe no nome e as especiarias dão cor aos vidros das gavetas. (Texto de Marta Nestor)

BFG – Ferragens & Decoração
Os balcões pesados de madeira e a enorme caixa registadora comprovam o século que por aqui já se cumpriu. O espaço é uma espécie de linha cronológica que nos conduz por três grandes momentos da história da loja. O negócio das ferragens, pesado e quase sempre conduzido no masculino, é aqui conduzido por duas gerações de mulheres que prolongam o legado de pai e avô e que o unem à decoração e à restauração. (Texto de Marta Nestor)

Casa Januário
É hoje destino obrigatório para tudo quanto seja doce, mas nem sempre assim foi. Começou como tantas outras, com mercearia a granel, vendida em grandes pacotes de grosso papel atado com corda, e foi-se especializando. Estabelecimento comercial de mercearia fina que foi coincidente com a casa da família na mesma morada. Vamos falar desta longa história a ser escrita desde 1926. (Texto de Marta Nestor)

Casa Lima
Fundada em 1877, aqui começou-se pela indústria. Fabricavam-se bengalas e guarda-sóis. Depois vieram os artigos em pele e os guarda-chuvas, em espaços que pareciam bazares, com artigo do chão ao teto. Hoje são três os espaços desta marca centenária, que conta com cinco gerações da mesma família, e o lugar ideal para encontrar confeção nacional em pele de elevada qualidade. O acervo histórico é vasto e ajuda a retratar os ciclos desta história. (Texto de Marta Nestor)
  • Casa Januário

  • Casa Lima

Parceiro Institucional
Institucional Partner

Parceiro Institucional<br>Institucional Partner

Rede Portuguesa de arte contemporânea
Portuguese contemporary art network

Rede Portuguesa de arte contemporânea<br>Portuguese contemporary art network

 
 

 <br> 

Parceiro Estratégico
Strategic Partner

Parceiro Estratégico<br>Strategic Partner

Mecenas Principal
Main Patron

Mecenas Principal<br>Main Patron

Mecenas
Patron

Mecenas<br>Patron

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

 
 

 <br> 

Parceiro Media
Media Partner

Parceiro Media<br>Media Partner

Transporte Oficial
Official Transport

Transporte Oficial<br>Official Transport

Fotografia Oficial
Official Photography

Fotografia Oficial<br>Official Photography

 
 

 <br> 

Cofinanciado por
Co-founded by

Cofinanciado por<br>Co-founded by

 
 

 <br> 

 
 

 <br>