Mais Eventos

CONVERSA ENTRE OS SÓCIOS HONORÁRIOS ÁLVARO SIZA, EDUARDO SOUTO DE MOURA E FRANCESCO DAL CO / 17 NOVEMBRO, 18H30

Os três Sócios Honorários da Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura, Álvaro Siza, Francesco Dal Co e Eduardo Souto de Moura, vão estar à conversa no próximo dia 17 de novembro, quarta-feira, às 18h30, após a cerimónia de atribuição do título a Siza e Dal Co.

 

O primeiro sócio honorário da Casa da Arquitectura foi o arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, homenagem também concedida aos doadores da Coleção de Arquitetura Brasileira e ao arquiteto Eduardo Souto de Moura.

 

Entrada gratuita sujeita à lotação do espaço. Levantamento de bilhetes 30 minutos antes na Bilheteira da Casa.

 

Álvaro Siza
Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira nasceu em Matosinhos em 1933.
Estudou Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes do Porto entre 1949 e 1955, sendo a sua primeira obra construída em 1954.

Foi professor na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, cidade onde exerce a sua profissão.

É membro da American Academy of Arts and Sciences; é “Honorary Fellow” da RIBA/Royal Institute of British Architects; membro da BDA/Bund Deutscher Architekten; “Honorary Fellow” e “Honorary FAIA” da AIA/American Institute of Architects; membro da Académie d’Architecture de France; da Royal Swedish Academy of Fine Arts; da IAA/International Academy of Architecture; da National Geographic Portugal; Sócio Honorário e Membro Honorário da Ordem dos Arquitectos Portugueses; membro da American Academy of Arts and Letters; Professor Honorário da Southeast University China e China Academy of Art e Sócio Honorário da Academia de Escolas de Arquitectura e Urbanismo de Língua Portuguesa.

 

Eduardo Souto de Moura
Eduardo Souto de Moura nasce no Porto (Portugal) a 25 de Julho de 1952.
Licencia-se em Arquitetura pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto em 1980.
Colabora com o arquiteto Noé Dinis em 1974.
Colabora com o arquiteto Álvaro Siza Vieira desde 1975 a 1979.
Colabora com o arquiteto Fernandes de Sá de 1979 a 1980.
De 1981 a 1991 trabalha como Professor Assistente do curso de Arquitetura na FAUP.
Inicia a atividade como profissional liberal em 1980.
Professor convidado em Paris-Belleville, Harvard, Dublin, Zurich, Lausanne e Mantova.
Recebeu vários prémios e participou em vários Seminários e Conferências em Portugal e no estrangeiro. Em 2011 recebe o Prémio Pritzker, em 2013 o Prémio Wolf e em 2017 o Prémio Piranesi.
Em 2018 recebe o Leão de Ouro na Bienal de Veneza.

 

Francesco Dal Co
Nasce em 29 de dezembro de 1945.
É um historiador de arquitetura italiano. Formou-se em 1970 na Universidade Iuav de Veneza e é diretor do Departamento de História da Arquitetura desde 1994. Foi professor de História da Arquitetura na Escola de Arquitetura de Yale de 1982 a 1991 e na Academia de Arquitetura da Universidade da Suíça Italiana de 1996 a 2005. De 1988 a 1991 foi diretor da Secção de Arquitetura na Bienal de Veneza e curador da mesma em 1998.

Desde 1978 tem sido curador das publicações de arquitetura para editora Electa e desde 1996 editor da revista de arquitetura Casabella. Em 2018, foi curador do Pavilhão da Santa Sé na 16ª Exposição Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza de Arquitetura. Os arquitetos que projetaram as dez capelas foram: Andrew Berman (EUA), Francesco Cellini (Itália), Javier Corvalàn (Paraguai), Flores & Prats (Espanha), Norman Foster (Reino Unido), Teronobu Fujimori (Japão), Sean Godsell (Austrália), Carla Juaçaba (Brasil), Smiljan Radic (Chile), Eduardo Souto de Moura (Portugal).

Atualmente, é Membro Sénior do Centro de Estudos Avançados da National Gallery of Art, investigador do Getty Center e membro do Conselho de Administração da Sociedade de Historiadores de Arquitetura. É ainda membro da Academia Nacional de San Luca.