Mais Eventos

EXPOSIÇÃO WHAT? WHEN? WHY NOT? PORTUGUESE ARCHITECTURE ATÉ 24 DE ABRIL 2022 NA GALERIA DA CASA

A Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura e o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra apresentam “What? When? Why not? Portuguese Architecture”, patente na Galeria da Casa até 24 de abril 2022.

 

Com curadoria e projeto expositivo de Jorge Figueira e Bruno Gil, decorre do projeto de investigação financiado pela FCT, “(EU)ROPA – Rise of Portuguese Architecture”, sediado no Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra.

 

O objetivo do projeto, de que a exposição é reflexo público, é identificar, problematizar e disseminar o conceito de “arquitetura portuguesa” no contexto nacional e internacional, confrontando a sua história, ideias e métodos, com um mundo em transformação. Embora de uso recorrente no debate arquitetónico, e não só, a expressão “arquitetura portuguesa” teve diversos significados ao longo do tempo, e merece ser vista sobre várias perspetivas e em relação com os debates contemporâneos. É também objetivo do projeto/exposição abrir a discussão a um público alargado, apresentando o tema em várias dimensões disciplinares e interdisciplinares, e convocando diversas sensibilidades.

 

Como fenómeno cultural, a “arquitetura portuguesa” ganhou crescente expressão nacional e internacional nos últimos 30 anos, também como resultado do trabalho de gerações de arquitetos e de uma história com reflexos no passado colonial. Está profundamente implicada na condição geográfica, cultural e histórica do país. Por isso, é “portuguesa”.

 

“What? When? Why not? Portuguese Architecture” expõe a investigação em curso, remetendo para os onze “What?” em que está estruturada: Portuguese, History, Historiography, Fascism, Colonialism, Democracy, Social, Women, Education, Research, Pop. Uma “cabine” hexagonal, dedicada a cada um destes temas, permite analisar sinteticamente, em imagens, objetos e texto, as propostas dos investigadores. O resultado é uma visão caleidoscópica da arquitetura portuguesa, assumidamente complexa e contraditória, para lá das simplificações com que de longe ou de perto é muitas vezes retratada.

 

Neste formato e com esta latitude ampla, “What? When? Why not? Portuguese Architecture” propõe aprofundar o conhecimento e conquistar uma nova dimensão crítica para o tema, no plano nacional e internacional, um balanço aberto a novos entendimentos e disrupções.

 

TEXTO CURATORIAL

 

“What? When? Why not? Portuguese Architecture” decorre do projeto de investigação “(EU)ROPA – Rise of Portuguese Architecture” (FCT), sediado no Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra.

Embora de uso recorrente, a expressão “arquitetura portuguesa” teve diversos significados ao longo do tempo e merece ser vista sobre várias perspetivas e em relação com os debates contemporâneos. A exposição visa abrir a discussão a um público alargado, apresentando o tema em várias dimensões disciplinares e interdisciplinares.

Como fenómeno cultural, a arquitectura portuguesa ganhou crescente expressão nacional e internacional nos últimos 30 anos, também como resultado do trabalho de gerações de arquitetos e de uma história com reflexos no passado colonial. Está profundamente implicada na condição geográfica, cultural e histórica do país. Por isso, é “portuguesa”.

“What? When? Why not? Portuguese Architecture” expõe a investigação em curso, nos onze “What?” em que está estruturada: Portuguese, History, Historiography, Fascism, Colonialism, Democracy, Social, Women, Education, Research, Pop. Uma “cabine” hexagonal, dedicada a cada um destes temas, permite analisar sinteticamente, em imagens, objetos e texto, as propostas dos investigadores. O resultado é uma visão caleidoscópica, assumidamente complexa e contraditória. Neste formato e com esta latitude ampla, “What? When? Why not? Portuguese Architecture” propõe aprofundar o conhecimento e conquistar uma nova dimensão crítica para o tema, um balanço aberto a novos entendimentos e disrupções.

 

Curadoria e projeto expositivo:

Jorge Figueira, Bruno Gil

 

DA PERTINÊNCIA DE DEBATER A ARQUITETURA PORTUGUESA

 

A presente exposição, coorganizada e coproduzida pela Casa da Arquitectura e o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, é um instrumento fundamental para a persecução do objetivo de levar ao grande público, e a uma audiência global, a reflexão crítica sobre a arquitetura portuguesa realizada através do meritório projeto de investigação “(EU)ROPA – Rise of Portuguese Architecture”, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e levado a cabo pelo referido centro de estudos.

 

A parceria entre universidades e a Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura encontra nesta coorganização da “What? When? Why not? Portuguese Architecture” um caso exemplar de trabalho conjunto para que a investigação de excelência realizada nas universidades, neste caso da Universidade de Coimbra, possa chegar à sociedade civil, alargando o âmbito do conhecimento e alcance do debate sobre a arquitetura, permitindo a sua descodificação e entendimento por públicos que vão para além dos interlocutores disciplinares.

 

O tema e objeto de estudo, a arquitetura portuguesa, reforça a pertinência desta parceria. Muito se tem falado na opinião pública nacional e estrangeira sobre a arquitetura produzida em Portugal, sem que disso resulte um claro conhecimento e compreensão coletivos da arquitetura portuguesa como fenómeno de cultura contemporânea de reconhecido mérito, que tem dado o seu contributo no panorama internacional ao nível político, económico e social.

 

A par da exposição, realizar-se-á na Casa da Arquitectura um conjunto de debates que pretende contribuir para uma leitura crítica e perspetiva da arquitetura portuguesa, um dos maiores ativos atuais de Portugal que aspira ao reconhecimento da sua importância estratégica a nível internacional.

 

José Manuel Dias da Fonseca

Nuno Sampaio

Presidente e Diretor-Executivo Casa da Arquitectura

 

Mais informação em https://eu-ropa.ces.uc.pt/